DESPEJO VIOLENTO E ILEGAL NA OCUPAÇÃO JD. DAS ORQUÍDEAS!

20/01/2015 15:57
14 de janeiro de 2015.
Depois de 9 horas em frente à Prefeitura de Várzea Paulista em protesto para procurar um diálogo com o governo de Juvenal Rossi (PV) e com a Juíza Flávia Cristina Campos Lurdes, da 2ª Vara Cível da cidade, sob ameaças do conselho tutelar que iria abrir boletim de ocorrência contra as mães e pais que levaram seus filhos à rua para lutar para não irem para a rua, e sob uma forte presença ostensiva da polícia, chegamos a um acordo muito ruim e insuficiente de que as famílias seriam despejadas dia 15 e seriam encaminhadas a um abrigo da prefeitura.

Hoje cedo a polícia militar, junto a membros da prefeitura DESCUMPRIRAM o que tinha sido acordado e formalizado no mandado de reintegração de posse decretado pela Justiça e realizaram um despejo violento na ocupação Jardim das Orquídeas!

Os tratores chegaram logo de madrugada e derrubaram os barracos, pessoas foram agredidas, o encaminhamento aos abrigos não se deu conforme havia sido combinado e agora os trabalhadores e trabalhadoras da ocupação estão sem ter pra onde ir, sem ter sua demanda por uma moradia digna atendida, e sem nenhuma perspectiva de qualquer atendimento habitacional definitivo!

Lançamos esta nota para DENUNCIAR a polícia militar de São Paulo (que havia feito reunião com os moradores e o movimento para um despejo sem conflitos ou violência), a Juíza Flávia Cristina Campos Lurdes (que havia assegurado o cumprimento do mandado dia 15 e o acolhimento provisório das famílias) e o prefeito Juvenal Rossi (que desde o início da ocupação se NEGOU a receber as famílias, a negociar, a dialogar e que não possui qualquer projeto de habitação popular em seu governo e viola o direito à moradia da população pobre da cidade que governa).

Neste momento, militantes do Luta Popular estão a caminho da ocupação para auxiliar, apoiar e acompanhar as famílias. 

Em breve compartilharemos mais informações!

NOSSA LUTA NÃO ACABA COM UM DESPEJO!
SEGUIREMOS NA LUTA!
QUANDO MORAR É UM PRIVILÉGIO, OCUPAR É UM DIREITO!
FORA PM DO MUNDO!
 
Fotos do despejo e do ato de ontem: