O que nos levou para as ruas ontem (2 de outubro), foram as seguintes razões:

03/10/2013 08:36
 
 O grave risco de serem extintos, especialmente com os avanços destes dois projetos apresentados pela bancada ruralista:
  • PEC 215 que transfere para os parlamentares a decisão sobre a demarcação das terras indígenas;
  • PLP 227 que pretende entregar as terras indígenas já homologadas para a colonização, legalizar a grilagem e a invasão de nossas terras e abri-las para a exploração de minérios e grandes empreendimentos energéticos.
A Comissão Guarani Yvyrupa (CGY) também reivindica do Governo Federal que retome todos os processos de regularização fundiária que se encontram paralisados desde que o Executivo anunciou a intenção de alterar o procedimento de demarcação de terras, incluindo no processo órgãos claramente ligados ao interesse dos ruralistas, como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Arquivamento de projetos de lei em tramitação pelo Congresso e que ferem os direitos indígenas e quilombolas garantidos pela Constituição. Os manifestantes também exigem a demarcação de duas terras guaranis localizadas dentro dos limites da cidade de São Paulo e outra, no litoral do estado.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

-- 

 
 
 
 
 
 
 
e o Verbo Divino
se fez presente
no apelo do grito da Terra
no grito dos pobres
fazendo concreta sua presença 
missionária
e o VERBO SE FEZ CARNE
e habitou entre nós!
 
Fonte: www.verbodivino.com.br