QUILOMBO DE ALDEIA REIVINDICA SEUS DIREITOS

19/03/2015 12:47

             

A Comunidade Remanescente de Quilombo do Bairro Aldeia – Município de Iguape está situada a 24 km da cidade de Iguape. O acesso é feito por barco pelo rio Una. A paisagem é encantadora! O povo muito acolhedor!

 

No meio de tanta beleza a Comunidade vive situações dramáticas. Não tem estrada. Para chegar até o local onde se pega o barco e faz a travessia para Comunidade, a estrada se encontra intransitável. Não tem escola, porque não tem estrada. Não tem transporte para os moradores, porque não tem estrada. Muitos Quilombolas são obrigados a morar na cidade ou em outros bairros, pois não querem que seus filhos fiquem sem estudar. Isto sem falar sobre as pessoas quando adoecem, quando vão para cidade por outras necessidades e quando necessitam escoar o que produzem. Pé na lama!

           

   

 

Em setembro de 2014 várias lideranças pediram uma reunião com o Prefeito. Foram atendidas. As promessas foram feitas: consertar a estrada, reabrir a escola, colocar um veículo para transportar as pessoas e outros... Estavam presentes pela EAACONE: Equipe de Articulação e Assessoria às Comunidades Negras, a advogada do Quilombo, Irmã Maria Sueli Berlanga e Ewerton B. Libório da Costa.

 

Março de 2015: nada foi feito mesmo depois de uma série de cobranças. Novamente as lideranças marcam outra reunião com o Prefeito. Novas cobranças! Foram várias as justificativas por parte da prefeitura. As lideranças exigiram que os trabalhos sejam realizados com urgência. Como pode um bairro ficar tanto tempo sem estrada?

 

             

 

 Compromissos assumidos pelo Prefeito:

» segunda feira - 09/03 o Secretário de Obras, estará no bairro verificando as condições para iniciar o trabalho de recuperação da estrada;

» assim que for possível transitar pela estrada iniciará a reforma da Escola;

» duas pessoas da Comunidade serão contratadas: uma para cuidar da estrada e outra para ser motorista, pois uma Kombi ficará a disposição dos moradores.

 

Estas e outras melhorias são urgentes para que a Comunidade tenha mais tranquilidade e possa viver na terra que foi de seus antepassados.

 

No Quilombo de Aldeia encontra-se um casarão “o cambixo” que remonta ao período da escravidão. Com a Comunidade reconhecida como Quilombo, há possibilidade de recuperar o “cambixo”, mantendo assim viva a memória dos que sobreviveram à escravidão

 

Equipe de Articulação e Assessoria às Comunidades Negras